Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Breve Interpretaçao da Vida Segundo Salvatore Quasimodo

" Ognuno sta solo sul cuor della Terra
Trafitto da un raggio di sole.
Ed è subito sera..."
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
- Amor?
- Amor...
- Nao prolonguemos a noite. Apaga as luzes.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

(E Uma Homenagem a Saint-Exupéry...)

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:40
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Frammento dal Gattopardo - di Giuseppe Tomasi di Lampedusa

"Il matrimonio è un anno di passione ardente per trent'anni di cenere."

O amor moderno perdeu a validade antes mesmo de ser posto à venda. Vale o prazo da embalagem...

(Remember Warhol), love's like:


Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:35
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

D Juan de Marco, Quando Velho, Medita Nas Suas "Mille e Tre!"

O que eu desprezo mais naquela que mais amei é a manifestaçao do que ela se tornou: O oposto exacto de todos os meus valores. Terá sido um processo voluntário? Nada dá mais prazer e liberdade a uma mulher do que um acto de contradicçao. Mas a fatalidade desse acto está na distraçao inevitável de um dia se contrariar a si mesmo...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:25
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Enigmas do Amor, esse Egoísmo!...

Alimentas-me o espírito: não há dúvidas.
Alimentas-me o corpo: não há dúvidas.
E eu, com o meu espírito, alimento-te o espírito: não há dúvidas.
E eu, com o meu corpo, alimento-te o corpo: não há dúvidas.
O que quer dizer… há certezas…
Então porquê esta dúvida?
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:20
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Última Missiva

És vil, és reles, como toda a gente,
Não tens amor p’ra dar, mas quem o tem?
É só o Egoísmo, esse Insolente,
Quem manda nos afectos por[1] alguém.

Gostas por gostar como quem gosta
De fumar charutos de manhã;
Sentir é para ti como uma aposta,
E o coração, um rústico tantã!

Buscas o prémio – todos queremos prémios;
Buscas um ganho material e ôco;
Buscas, não o negues, o prazer.

É toda a gente avara pelos grémios.
Tudo o que tens, enquanto o tens, é pouco;
Vale todo mal, menos perder…

[1] Nota do Autor: Versão Alternativa: De
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:16
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Do Diário de Nero - Condenaçao de Agripina

O que eu nao consigo perdoar na minha mae, nao é o que ela fez e o que ela foi. É o que ela faz e o que ela é.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:12
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 29 de Junho de 2008

Hoje o Gume Saiu Da Cama Assim:


E era um fim de semana!!!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 07:56
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (3) | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 28 de Junho de 2008

Hoje o Gume Foi Para a Cama Assim:


Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 07:49
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

E Depois do Adeus...

Ah, Nero que ardeu Roma e se esqueceu de mim!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 03:55
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

O Gume No Consultório...

- Sr. Dr. Freudo, tenho andado em baixo de auto-estima. Tenho-me sentido pequenino. Sei que muita gente não gosta de mim...
- Ora, Gume, deixe-se disso! Quem não o aprecia não tem ponta de bom gosto!
- Acha, Dr.? Ninguém me lê!
- Se eu acho?! Não tenho dúvidas! Quem não o lê é burro! Quem não o lê é analfabeto! Quem não o lê é parvo!
- Nesse caso, Dr., talvez seja melhor deixar de escrever em português... Acabou de falar de quase 10.000.000 de pessoas!
- Não é má ideia... Não é nada má ideia... Em inglês... É isso! Internacionalize-se! Mas, ainda assim, uma coisa, caro Gume... Eu vou mais longe! Eu hoje estou em brasa! Eu vou mais longe! Isto é um sintoma psicanaliticamente claro de uma nação inteira! Quem não o lê, caro Gume, quem não gosta de si... não pode ter amor-próprio!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:05
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

Numa Partida de Cartas (Ou Sobre a Mesa do Capitalismo)

Quatro distintos déspotas tenazes,
Sobre o quadrado verde da Pobreza,
Vão, em bufos, arremessando os ases
E a sua tirania sobre a mesa.

De focinho[1] lampeiro e um charuto,
As distintivas marcas dos soberbos,
Fitam as cartas com um olhar astuto
E cospem merda mastigando os verbos!

– Dois pares de reis! – Diz um – Dois pares, senhores!
Façam melhor, se houver engenho e jeito!
Até vos estala, ãih? Como chicotes! –

Sacode então a banha com calores,
Palpando, porco, um “não-sei-quê” de peito
De esquálidas e apáticas cocotes…

[1] Nota do Autor: Versão Alternativa: Lacinho
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 03:10
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Nem Carne Nem Peixe...

De Acordo Com a Mulher Moderna...
O Homem Perfeito:
É meigo, mas viril.
A beleza é secundária, contando que seja bonito.
Poderá vir até a ser um bom homem, mas para começar que seja um homem bom.
Nao tem de ser rico, basta ter dinheiro.
É calmo, mas arrebatador.
É sério, mas engraçado e tem muito sentido de humor.
É masculino, mas faz tudo em casa, inclusive, coser as meias.
É liberal, mas nao comete excessos.
É conquistador, mas fiel.
É fiável, mas surpreendente.
É carinhoso, mas agressivo.
É decidido, mas deixa-me decidir de que cor pinto o quarto.
É romântico, mas selvagem.
É espontâneo, mas pensativo.
É culto, mas nao é intelectual.
É inteligente, mas nao mais do que eu...

(Continua nos próximos capítulos...)
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:50
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

I Am The King of The World!!! - No Comment


Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:40
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Ainda do Desacordo Ortográfico

Meditação de um português que se desentende com o seu pensamento na hora em que se preparava (vestindo-se e calçando-se a rigor) para assinar o acordo em que tanto labutou e que sempre, coitado, defendeu - Delírio que tive num sonho e em que vi um anjo que jurava que este episódio era de facto verdade:

«Perante este ato, ao vestir-me,
já mesmo prestes a ir-me
Para assinar essa treta,
Veio-me logo à marreta
Esta questão pertinente
(É constante e persistente):
Sapato, de fato, é foda
Se for sapato de fato.
E se o sapato é da moda,
Pode ainda ser mais chato:
Pode vir com feixo éclair,
Com zip, como a mulher
Traz num vestido barato.
E eu não sei se ato ou desato.

E mandar à merda esse ato?»
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:32
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 22 de Junho de 2008

Meu Claro e Doce Egoísmo!

Pianissimo… um adagio… Ah, este Albinoni enche-me a alma inteira! Como pode uma peça tão soturna confortar um homem solitário? Mas não é claro, Miguel? Albinoni mostrou-te que há também outros que que sofrem neste mundo! E porque és tão vil isso fez-te sorrir… Sim, pianissimo… um adagio… toca, miserável! Outros como eu! Outros piores! Como é bom saber disso, como isso dá paz! Espécie mesquinha que é o Homem! É de saber que há lágrimas nos outros que eu ganho vontade de dormir…
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 06:24
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (6) | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 21 de Junho de 2008

Silogismos...

Fui jogar futebol, mas nao sei jogar futebol e sempre que vou jogar futebol magoo-me e desgraço-me e lesiono-me e perco qualquer coisa.
Só um parvo é que, sabendo que nao sabe jogar futebol e que sempre que vai jogar futebol se magoa e se desgraça e se lesiona e perde qualquer coisa, vai de qualquer modo jogar futebol,
Logo,
Eu sou parvo.
Por outro lado,
Sócrates é homem,
Todos os homens sao mortais
Logo
Sócrates é mortal.
Mas Sócrates está vivo e discursa e governa e respinga. Algures no silogismo falhou qualquer coisa...
Malditos palavreios de sofistas!

Antes ser um parvo a jogar futebol...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 06:38
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Do Jornal O Jogo, O Gume Relembra o Que Ninguém Quer Lembrar...















Ricardo, o...

Viva a Alemanha que mereceu ganhar este e que perca próximo saudavelmente.

Dizem agora também nas notícias (sabe o Gume or audição segura) que o nosso Cristiano Reinaldo jogou diminuído e que vai ser operado. Perguntamo-nos:
Se o Reinaldo estava diminuído, porque é que jogou?

Obrigado Scolari pelos seus resultados até hoje: sempre me calaram apesar da minha opinião.
E apesar de tudo, não esquecendo este necessário agradecimento, o Gume não se cansa de dizer:
Portugal é pequeno de mentalidade, não do seu tamanho. E o Scolari sê-lo-à de ambos os dois. «E eu é que sou o burro?» - Sô Felipão, honestamente, aqui o Gume vai pensando que sim. Mas se mesmo assim não concordar, o que pensa o senhor deste...

Ala, oh foliões da bola, não desistam, que a verdadeira festa e a identidade a sério fazem-se e vêm-se é nestas alturas. Agora sim, meus meninos, bandeirinhas à ilharga, à cintura, na carroça, na janela:

1,2,3 - PORTUGAL! PORTUGAL! PORTUGAL!

Maus, mas com orgulho, caramba!

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 22:59
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Do Diário de Lúcifer

Não há maior poder que a LIberdade. Caí e ergui-me pelo sonho de deixar de ser escravo de Deus.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:18
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

"Open Your Eyes, Open Your Mind..."


A Surpresa é irmã da Criatividade. Não conseguir surpreender é ter falta de imaginação.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:58
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo

Da Diplomacia 3 (No Comment)


Nota Para o Leitor Menos Culto, Perdão, Não Poliglota:
O Gume já chamou o Evgeny Moravitch para traduzir o russo. A transliteração chegará muito em breve.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:53
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Da Diplomacia 2 (No Comment)





Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:48
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Da Diplomacia...

(Resposta à Enga. Rita Domingues):

A Diplomacia não é o exercício da correcção mas a arte de trocar incorrecções cordialmente.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:36
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 18 de Junho de 2008

Good Times, Bad Times...

O Tempo certo para qualquer coisa é o da nossa vontade.
Tudo o mais é a hora errada.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 12:32
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo

Oui, Les Autres... Et toi même?

Passas a vida a confiar nos outros ou a fingir que confias. O que muda afinal nao é a atitude mas a sinceridade.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 10:37
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Viajar É Bom, Com a Iberia É Melhor

Com o meu Gumoleitor, partilho esta aventura de viagem, através de singular troca de mimos (hoje) entre o Departamento de Qualidade da Iberia, empresa em que viagei e que me arruinou uma mala, e a minha áurea pessoa (sempre gostei de uma boa palhaçada):

 

 
ELES:

Referencia: CXXXXX-XXXXXXXXX

 
Exmo Senhor FERNANDES, (Sim, este também sou eu)
 
Apresento as nossas desculpas pelos inconvenientes que nos refere em relação ao incidente com a sua bagagem. Ao analisar o seu caso não localizámos nenhuma Participação de Irregularidade, PIR, que é a reclamação que deve ser feita no aeroporto de destino antes de abandonar o recinto de recolha de bagagens.

Também é possível que os danos na bagagem que nos indica sejam derivados do uso normal da sua mala, produzidos pelo habitual desgaste na sua manipulação e transferência pelas instalações aeroportuárias, tais como arranhões, cortes, mossas, ou estragos nas rodas e asas, elementos com ciclos de duração definidos e limitados pelos fabricantes nas suas especificações sobre cada artigo, sem que a bagagem tenha perdido a sua funcionalidade concreta de conter e proteger os artigos do seu interior, pelo que o seu tratamento não teria objecto.
 
Para agilizar a resolução do seu processo, pedimos-lhe que nos faculte a Participação de Irregularidade, PIR, por telefone, ligando para o número 902 341 342 ou para o +34 91 514 99 44 no caso de se encontrar no estrangeiro, ou que nos indique a mesma por escrito para o apartado 36.299, 28080 Madrid.

No caso de pertencer ao nosso Programa de Fidelização, agradecíamos que nos indicasse no exterior do envelope o nível de cartão que possui: Iberia Plus Clássica, Iberia Plus Prata, Iberia Plus Ouro ou Iberia Plus Platina, juntamente com a nossa referência interna, que encontrará na parte superior esquerda deste mesmo documento.

Agradeço que nos faça chegar esta informação, a qual nos permitirá responder o mais brevemente possível.
 
Atentamente,
 
Inmaculada Iglesias
Customer Care Assistant Manager
 
::::::::::::::::::
 
 
EU (de mão na cabeça, claro está):

Ema Sra D. Inmaculada Iglesias (parto do saudável princíio de que estou a falar com a própria e não com uma mensagem pré-formatada gerada por computador),
 

 
Agradeço profundamente a amabilidade que demonstrou ao apresentar-me de forma tão completa o aparelho burocrático de que se serve a Iberia para subtilmente, lentamente, desvalorizar e reduzir as muitas reclamações que sei que recebe. Devo reconhecer que, não sendo novo, o aparelho burocrático da Iberia é extremamente original e achei particular interesse no pormenor do PIR que teve a amabiidade de referir por duas ou tres vezes (certamente por ser muito importante).

 
Não obstante, mesmo reconhecendo que, pelos serviços apresentados, a Iberia é a companhia mais incompetente e miserável em que já tive o privilégio de viajar até hoje (e já viagei umas quantas vezes num bom número de companhias), e apesar do enorme apreço que tenho pelo seu simpático discurso, considero também que a pacatez da minha vida privada é mais importante do que o circo para que acabam de me convidar.

 
Peço-lhe que não se deprima ao ver-me dizer que a Iberia é má. Todas as hecatombes têm a sua solução e também o disparate que a Iberia é terá oportunidade, querendo, de ser corrigido. Porque isto por norma serve de consolação às empresas e entidades (e às vezes pessoas) mediocres, digo-lhe também, se lhe servir, que, não tendo visto pior do que a Iberia, nao vi todas as companhias do mundo, e com certeza que algures por aí, talvez no Zimbabwe, no Burundi ou nos arquipelagos próximos da Papua Nova Guiné, exista uma companhia que seja ainda pior. Ainda há pois, para a empresa que teve a má fortuna de representar, certa esperança.
 

 
Os restantes pormenores da sua mensagem, em que se chega a sugerir, quase distraidamente que terei sido eu, também distraidamente, a amputar a minha prórpia mala, com o uso, claro está, nada mais do que o uso, provocaram-me uma enorme gargalhada, o que muito lhe agradeço, por me ter sabido muito bem depois de um fatigante e aborrecido dia de trabalho.
 

 
Se não por mais, só por essa atenção de despertar o melhor do meu sentido de humor,
Saúdo-a cordialmente
E desejo-lhe as melhores felicidades para o Futuro, de preferência noutra companhia.
 

 
Cumprimentos,
 
 
 
Miguel João Ferreira.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:13
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 17 de Junho de 2008

I - Diagnóstico: Síndroma de Narciso. Cura: Um Espelho...

- Sabe Dr, muitas vezes, se como, não é porque tenho fome, mas porque lembro a necessidade de comer.
- Mas o Gume anda deprimido, é isso?
- Não sei bem, Dr., é mais uma impressão do que a depressão propriamente dita. Tenho uma impressão de completude, acho que é isso, o que me livra da vontade de comer.
- De completude?
- Bom Dr, é como se fosse perfeito, entende, e não precisasse por isso de mais nada...
- Perfeito?
- Sim, claro! Sinto-me em pleno! Áureo, maravilhoso, insubstituível! Com uma impressão assim, um Gume equilibrado não pode correr o risco de se alimentar superfluamente, percebe? O próprio organismo se manifesta dando conta da satisfação que adquire em si mesmo, e parece apenas pedir o que comer, no mesmo ponto em que, já além da reserva, um carro lhe pede a gasolina. O Sr. Dr. está a compreender?
- Quase perfeitamente, caro Gume, quase perfeitamente...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:42
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Desse Judeu Que Há em Nós...

Não somos sábios, mas agiotas; creaturas de verdades emprestadas que fazemos render.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 18:52
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Miopia????

No regresso de Espanha, sucedeu-me este assombro:

70,7 metros de comprimento,
64,4 metros de envergadura,
19,4 metros de altura,
15.000 toneladas...

E eu consegui perder o avião?????!!!!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:39
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 13 de Junho de 2008

Amigos Para Siempre Once Again...

...O Gume vai a Espanha visitar nuestras hermanas.
Volvemos Domingo para emissão regular.
Bom Santo António e muitas alegrias,
Bjs e saudades,
Sempre Vossa, subscreve-se,
Esta Acutilância Ideologica...








Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 19:08
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Diga lá outra vez????

E As Nacionalizações Dão Nisto...

Carlos Daniel, RTPN, 12/06/08:
O melhor jogador da Polónia foi o brasileiro...

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:31
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Scolari no Chelsea?????????

Epa, tudo bem, é mau, ms até pode ser...
Mas não se lembrem de trazer para cá este homem!!!:


Este senhor é um Senhor em tudo!
Menos a treinar...

Eis, para os anos que vêm, para a Selecçom, a sugestão do Gume:


Um mestre (rato) da estratégia que, fugindo, ganha sempre alguma coisa.

Aceitam-se votações.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 10:55
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

«ReVencemos e ReConvencemos» - Carta à Selecçom

«Carissimos jogadores,
mantenham esse nível de injestão alcoolica.
Uma Nação em delírio (e em necessidade de delírio)
Agradece.»


A Nação:



Por involuntária inconveniência, apanhámos o país a emigrar. A conjuntura actual obriga aos maiores sacrifícios. É o quase estado de sítio dos combustíveis onde, à La 3º Mundo, já se mata gente... Mas conseguimos falar um pouco com a Nação em fuga, que fez uma pequena pausa no seu escape e gritou connosco por 3 vezes «PORTUGAL!», desejando sorte à nossa selecção, mandando beijos aos leitores desta carta e aconselhando que não larguem o delírio:

Nada mais, em boa verdade, os poderá ajudar...

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:08
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

ReVamos à Escolinha...

...Com o Professor Cavaco:

10 de Junho é o Dia da Raça.
A Lição de amanhã vai ser aprendermos o que isto quer dizer.
Até amanhã então, queridos meninos e meninas,
Com beijinhos e beijinhas do vosso
Gumoprofessor.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:00
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 10 de Junho de 2008

Portugal, Era o Teu Dia! Adeus Tejo, Ola Tagus!

Em dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, o Presidente da República discursa em Viana do Castelo.

Leu o Gume nos fios de carne deste açougue Público (10/06/08):

Cavaco Silva desafia portugueses a serem "exigentes e rigorosos" consigo próprios:

O Presidente da República alertou hoje que "Um país onde as instituições não sejam fiáveis; um país que não cresça e não inove, criando riqueza e oportunidades para todos; um país sem uma escola de onde saiam elites capazes de integrar a sociedade do conhecimento e lidar com as tecnologias mais avançadas, um país que não confia no seu próprio futuro, por muito que possa orgulhar-se do seu passado, dificilmente pode aspirar a uma intervenção relevante no plano externo. (...) Temos de começar por ser exigentes e rigorosos connosco se queremos que o imenso património que herdámos e de que justificadamente nos orgulhamos se transforme num verdadeiro instrumento ao serviço do progresso e da prosperidade do nosso povo".

Citando o padre António Vieira, o Chefe do Estado desafiou ainda: "saibamos nós, os portugueses de hoje, honrar a sua memória e acreditar, como ele acreditou, nessa História do Futuro, a História que desejamos para os nossos filhos (...) [porque] o valor atribuído no plano internacional ao universalismo português depende em muito do crédito que tiver a nossa política interna".

[(Imagem: Camões na prisão em Goa, Portugal no Mundo)]

Esse universalismo tipicamente português no mundo da globalização é um recurso que Cavaco Silva considera não estar a ser rentabilizado no seu potencial máximo. [Por isso diz que] "há um tipo de recursos que, porventura, não estaremos a utilizar tão bem {quanto] deveríamos"

Cavaco Silva considerou ainda necessário "aproveitar a influência [de e] capacidade empreendedora de cinco milhões de compatriotas que vivem fora do país".

Isto é, o desgraçado do tuga que emigrou, porque neste país de mXXXX não tinha modo de dar rumo de gente à sua vida, ainda tem de romper costados extra para, com a sua "capacidade empreendedora", dar o litro pela "pátria lusa"...

Tá bêbedo??????!!!

Recordemos, sobre a "História do Futuro" a expressão-chave do nosso Presidente, no discurso em Setúbal, no ano passado, sobre esta mesma efeméride:

Não me resigno...

E o Gume percebeu porquê, ouvindo e registando as partes do discurso que os microfonoes não registaram, nem ouviram:

«NÃO ME RESIGNO, PORTUGUESES, NÃO ME RESIGNO! NÃO ME RESIGNO AOS FRACOS NÍVEIS ECONÓMICOS... A... A... A... DO NOSSO APARELHO PRODUTIVO. O COLAPSO É VISÍVEL. CHEGOU POR ISSO, AO FIM DE MUITOS SÉCULOS, O MOMENTO QUE A HISTÓRIA AMEAÇAVA: VAMOS TODOS MUDAR-NOS PARA ESPANHA! HASTA LA VISTA, BABES, Y BUENA FORTUNA!»

Fim de Discurso.

Perdon, Fin de Discurso. Adios Portugal, ola España. Hace lo que quieras. Estamos listos. Y El Ségundó Gúmén regalavos aún este sencillo homage:



Naturalmente, el torero es la Politica (una creatura muy habil!) y el torito el portugues. Que la tengais apreciado es mi desiderio mas humile. Hasta el proximo post - en puerto-castellano como lo hacen en Galixia, esta bien?

Que dira ahora el Padre António Vieira? Ora lá aos peixes e deixa aí teus sermões, caro padre, que aqui em terras lusas já se viu onde caiem e que efeito nos fazem!

Olha que bonita história para o nosso Futuro, ãh? Venha lá o Sexto Império com mau casamento espanhol, que o quinto já deu há muito aquilo que tinha a dar...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 06:10
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Minha Incompleta Justificação...

JORNALISTA DE «LE JOURNAL DE L'ÉCRIVAIN, MAGAZINE»: O sr. escreve febrilmente, como quem anda doente numa cama e toma notas num bloco para se entreter. Julga ser correcto dizer que, para si, a escrita é como um analgésico que, curando nada, lhe alivia pelo menos a dor de ser inútil?
O GÉNIO INVOLUNTÁRIO: Não sei bem que dizer-lhe. A inutilidade não é para mim uma dor, mas uma benção, porque é aí que está a arte. A dor é o artista não poder ser milagreiro e com as suas criações mudar todo o mundo. Se eu agora escrevesse um romance que desse um fim à miséria, ou que, no meu egoísmo, me devolvesse ao sonho realizado da vida que sempre imaginei, então a dor seria uma miragem. Se a escrita é um analgésico? Creio que não. A escrita não tem qualquer poder medicinal. É meramente psicosomática. É mais uma balança interior do que uma droga que nos dê um alívio. Pode aliás ser bem pesada, e magoar mais, mas mantem-nos nos eixos. Se me perguntasse porque escrevo, creio que lhe responderia: «Para entender». E, no entanto, tal como em qualquer outra coisa que disesse ou fizesse enquanto artista, eu estaria a mentir-lhe, porque se há algo de certo na escrita (ou em qualquer outra forma de arte) é que ela se sente, não se pensa, mesmo que se faça pensando enquanto sentindo ou sentindo racionalmente, cerebralmente, com matemáticas de raízes quadradas de emoções imperfeitas, e, como tal, não serve nunca para entender coisa alguma...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 05:55
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Num Bar


I

O embusteiro percorre os longos trilhos do bar.
É um actor cansado de novelas.
Faz tanto tempo já que anda a brincar
Por palcos e por telas!


Passa por gente e por coisas, mas tudo é sombra e tristeza.
Vive no Além, e abstrai-se, ausente.
Há muitos anos, era só leveza!
Hoje ele está diferente.

«Álcool! Antes que eu desmaie! A sobriedade adoece!
Acaso quer você que eu desfaleça?!»
E suplica um bagaço com uma prece,
Gingando com a cabeça.

No fundo está sozinho e quer cuidados. É humano!
Mas falta-lhe o governo de si próprio.
Vê fragmentos de si (e isso é um dano),
Como um caleidoscópio!

E julgando-se um ortónimo de outras vidas plenas
Recria-se em mais de mil maneiras.
Julga que assim mascara as suas penas!
E finge horas inteiras!

Faz um esforço insano, o que é de loucos!, para disfarçar
A frustração que sente em ser o que é.
Quer-se excepcional mas sabe-se vulgar –
Foi criado à má fé!

É um «engenho estragado!» de acordo com o seu prisma,
E qualquer aparelho quer concerto.
A cura do seu «estranho cataclisma»
É ter um bar aberto!

Um bar com gente, «ai! É Vinicius de Moraes! É Samba!»
É «A Felicidade» e outros sons!
Dancemos com o bagaço em corda bamba!
E a banda dá os tons!

«Amigos!, Pago duplos para todos! É minha a noite!
É minha a dor que trago só comigo!
Eu insisto! Já disse! Não se afoite!!
Cá está! Chamo-lhe um figo!

Aquela diva além, quero dançar! Que pernas lindas!
O Samba é festa! Ai, vem balançar!
Vem, doce, que eu te dou as boas-vindas!
Tens só tu de me amar!

Porque eu estou tão vazio no meu por dentro, ai sem razão!
Vivo em tonturas de me ter em mim!
Cansei-me de dar corda ao coração,
E o coração sem fim!

Hoje estou deprimido e eclipsei-me. Fora, Mundo!
Hoje quero o prazer de não lembrar.
Por isto, embebedei-me. Estou imundo!
Pudesse antes não estar!

Mas que sufôco, meu Deus! Abram janelas! Mais luz!
Matem gente, se acaso for preciso!
É indiferente, nada me seduz!
Nem o amor, nem o riso!

Sirva outro, garçon! É p’r’átestar! E não me embaia!
O outro que me deu soube-me a pouco.
Também Deus me deu vida, e tinha raia! –
Por isso fiquei louco!

Limites no sentir??! Tudo tão breve! Febre e Horror!
Doença de pensar e de ter ânsias!
Somos a lebre e o Tempo é o caçador.
Tudo o mais são distâncias.

Passam segundos, passam horas, meses, passam anos!
E, como os whiskyes, duplos de amargura.
E eu que passo em vão, como os decanos,
Sem ponta de ternura!»

E o intrujão emudece. Amplifica-se o silêncio.
Prolonga-se na noite e a Treva cresce.
E nem um mocho pia, (oh!, o Horror vence-o!)
A Sombra Eterna Desce.

Traz o Sétimo Selo na batina e a Foice à ilharga.
Não fala, não respira, não discursa.
Num gesto só, ceif’Ela a vida amarga,
Com a força de uma ursa!

E o impostor adormece, tombando no chão frio.
O burburinho morre num quebranto.
Nunca esteve tão cheio, este vazio,
De plúmbeo pasmo e espanto!

Ergueram-se alguns porfim do seu sid’rado torpor,
Para pegar no corpo ainda a expirar,
E o removerem (mas com que terror!)
Desse chão glaciar!

Deixaram os seus vícios e os seus egoísmos vis,
Tomaram o cadáver moribundo,
Uns pelos membros, outros p’los quadris;
Rezaram em quimbundo!

Gritaram em mil línguas os mil nomes da Fortuna
Sabidos no passar de cada porto;
Cantaram fados tristes de uma tuna,
Beberam pelo morto!

II

E alguém brindou então erguendo o copo
Aos astros que há no Céu.
E alguém gritou «Ladrão!; Tens esse corpo
Mas esse corpo é meu!»
Pois houve alguém que reclamou o morto –
E disse: «Ele sou eu!»

III

Ai esse alguém fui eu,
Ai, esse alguém fui eu!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 04:55
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 9 de Junho de 2008

Squadra Zurra...

...Mas não joga. (O "A" caiu abalrroado por 3 golos). Asinada histórica após 30 anos!!

Desde 1978 que a a Laranja não era Mecânica contra os tricolori, mas tão só espremida. E hoje, passados 30 anos...

Diga lá o sr., sr. Van Basten, o que se passou, já que o Gume se ficou sem palavras...

- Com certeza, Gume, obrigado. Bom... «É um resultado fantástico, histórico. Vencer por 3-0 aos campeões do Mundo, jogando um futebol total durante os 90 minutos, não é todos os dias». (In ABola, 09/06/08)

Não é de facto VanBas... Até para um dia parece estranho como o raio, imagina todos!

A Holanda faz gato sapato da Itália;
Nadal humilha Federer;
Portugal joga, como equipa, futebol a sério.

Os sinais do absurdo são mais do que claros. Procure abrigo, querido Gumoleitor:

O FIM DO MUNDO ESTÁ PERTO!


Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:06
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 8 de Junho de 2008

Tetragarros

"Nadal cilindra Federer" - A Bola, 08/06/08.

O espanhol é tetra-campeão do mítico Roland Garros e iguala record de Borg.

6-1; 6-3; 6-0

O Federer estava drogado? Tinha febre? Dormiu mal? Que se passou?

O Gume aceita sugestões enquanto espera pela resposta do próprio. E entretanto vou ligar-me À TVI para recuperar o sabor da realidade. Onde é que encontro uma boa novela portuguesa, cheia de clichés, más representações e muitos "fait-divers"?

Que conforto na mediocridade! Nunca nos desilude, nunca nos surpreende: é constante, regular, segura...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 10:59
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 7 de Junho de 2008

Portugal! Portugal! Portugal!

Ganhámos! Vencemos! Salada Turca ao jantar! Festa! Extase! As 7 Maravilhas! Que delícia! Como eu já não via há muito tempo! Extraordinário! Bombástico! Incrível! Inimitável! Inigualável! Somos os máiores! In...

....

Eu não disse? Euro, euro, euro... quem é que se lembra do défice?
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:04
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Soneto de Conforto da Tristeza

Não plantes flores, que as flores são pesarosas,
Não ponhas novas esp'ranças nesse jarro;
Não dês mais beijos, lenços, lírios, rosas,
Não deites combustível nesse carro.

Morreu, está morto. A vida não regressa.
Se foi, já foi; não volta nunca mais.
Toma outro banho, sai e recomeça.
Outros virão, os dias, mais normais.

Cada tristeza tua é uma núvem
Que ofusca o céu da alma por instantes
Até se abrir de novo noutro sol.

Cuidado com os sentidos que confundem.
Sentir agora é já diferente de antes.
Não deixes ser mortalha o teu lençol.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 04:11
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Do Homem Ideal... (Primeira Parte)

As mulheres gostam de um homem com sentido de humor:

Se não for útil, nem bom, sempre é risível...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:05
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Lição

- Mestre, ensina-me a calma!

E o mestre deu-lhe um espelho...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:43
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

Hoje o Dia Raiou Com um Ar Poético...

«Pinto da Costa reagiu à decisão da UEFA de suspender o FC Porto por um ano, com uma mensagem aos associados: «estejam serenos que vamos recorrer. Estas questões vao ser tratadas por especialistas de direito».». Supõe o Gume que o Grande Dragom das Ãntâs esteja a referir-se aos mesmos especialistas que optaram por não apresentar recurso à decisão da Liga (o título estava garantido, o que são 6 pontos para quem tem quase 30 de avanço?), opção essa que levou à recente decisão da Uefa de excluir os idóneos portistas da próxima edição da Champions. Isso, associado ao processo interno contra o próprio Pinto da Costa, e as notícias da saída de peças basilares como Bosingwa (Chelsea), Paulo Assunção e Lucho Gonzales (Atletico de Madrid?), Quaresma (Inter?), Bruno Alves (Manchester City?) e Lisandro Lopes (Roma?), pelo menos, dá-nos o receio (ou a esperança?) de o magnânimo clube desportivo FCP começar, à eterna imagem do seu lider, a sua caminhada para o limbo. Será que afinal, neste Mundo Cão, ainda há Justiça?

P.S.: Que se note que o Gume está, como lhe compete, a ser propositadamente faccioso e que não nos escapa a consciência de que, por motivos vários, óbvios e desnecessariamente especificáveis, é uma verdadeira merda (não conheço para isto termo melhor do que o vernáculo) para o bom nome, o prestígio e a qualidade do futebol português.

Porque, sem o Porto na Champions, depois da prestação das equipas lusas no próximo ano, até o clube municipal de San Marino nos vai passar à frente...

Felizmente o Governo já tem vindo a habituar este país à desgraça - o choque não será gravoso...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:02
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Trovas do Alegre Que Passa - de Novo o Zorro Faz das Suas...

Alegre faz Comício de Esquerda. Fala na necessidade de criar novos caminhos. Ameaça (por palavras-meias) a criação de uma "nova alternativa política" em que, ameaça maior, será ele o líder. À equerda e à direita o Zorro da Justiça em Portugal (ou Gato dos Botas Rotas) vai granjeando consensos, juntando gente, arranjando adeptos. Um dia acordamos e Alegre é candidato a Primeiro Ministro pelo novíssimo e recém-criado Partido da Esquerda. Democracia é issso - o podermos congatular-nos com cada nova desgraça porque surge da congregação voluntária de muitos, que, estando juntos, não perdem a noção de exercício da opinião e liberdade individual. Idealmente, pelo menos. Mas preocupa ao Gume a impressão de que não nascerá dessa possibilidade mais uma alternativa, apenas mais um tacho. E o português, para além das misérias, já tem a barriga cheia de cozinhados políticos. Podemos gentilmente pensar que Alegre, afinal, não nos dá só coisas tristes - discursos repetidos e estagnados no tempo da ditadura, maus romances e maus poemas. Que Alegre está cá também para fazer rir o português, mostrando ao mesmo tempo a integridade de dizer o que pensa independentemente de consequências e a coragem de, no mundo em que se movimenta, insistir em manter essa integridade. O Gume saúda, sem sarcasmos, a frontalidade dessa subversão. Mas mais um tacho?
Bom, é só uma possibilidade. Alegre não quer mais partidos, quer agitar as águas. Nunca se sabe, porém...
Como dizem nuestros hermanos, "A ver..."



P.S: Ao Sr. PM José Sòcrates, para normalizar esse batimento cardíaco, o Gume aconselha, directamente importado do Peru, um relaxante chazinho de coca. Melhora nu instantinho! "A ver..."


Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 02:10
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 3 de Junho de 2008

(A)Testada Autoridade - Da Crise do Combustível

A Autoridade para a Concorrência viajou hoje até ao Parlamento para apresentar o seu relatório sobre a chamada "Crise dos Combustíveis" devido ao incontrolável (parece) galope dos preços. Os esclarecimentos foram aqueles que já conhecíamos (e que, conhecidos,, não convencem): É a crise que é assim, imprevisível; e que tem como origem aquelas dificuldades da desvalorização do dólar com a valorização do barril, e a dificuldade da tempestade na Índia, do tsunami na Tailândia, do terramoto na China, do conflito no Iraque, do miolo americano, do robot japonês, do casamento do Presidente francês com a cantora-modelo, da constipação do Presidente do Banco Central Europeu e do bolso muito largo dos seus vizinhos e amigos. Ora, face à natureza de tais esclarecimentos um tanto ou quanto obscuros, o Gume está em crer que a Autoridade investigou este caso com a mesma profundidade com que nós investigamos a criação de bolhas durante a cozedura da sopa de grão de bico. E esta observação origina ainda a seguinte pergunta: se a Autoridade para a Concorrência não descortina exercício abusivo de especulação, inflação e aplicação de preços por parte das gasolineiras e dos monstros do combustível e seus derivados quiímicos e poluentes, se contribuem com pertinente obtusidade ocular para o monopólio desses gigantes da corrupção do exercício económico e da ética de mercado (conceito claramente démodé), acaba por colocar em risco (num acto de coragem ou invulgar estupidez) o tacho em que se alimenta, ao provar-se completamente supérflua, ornamentária, inútil.
Sabiamos já que não era Autoridade de coisa nenhuma. Confirmamos agora que lhe escapa também o talento da representação. Se até a Arte da Mentira começa a perder gaz em Portugal, o Futuro faz-se ver assustador! E com crise ou sem crise, não nos salva, nem a peso de ouro, o mais refinado combustível...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 02:01
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

Workaholic - Trabalhar É Bom (Se Não For Mau)

Já tinha saudades de vir trabalhar para me lembrar das saudades que tenho de não fazer nada. As férias têm o bom de nos dar a liberdade do tempo e o dever de sermos úteis a nós mesmos. O trabalho tem o bom de nos dar o capital com que damos utilidade às férias. Mas a Sociedade pensa-se mal na sua marcha para a produtividade. Porque o trabalho, ao geito de Confúcio, deveria ser o nosso modo de estar de férias, como as férias deveriam ser a pausa nessa placidez importante, para não nos esquecermos da falta que essa vantagem nos traz. Porque, se a noção de evolução e produtividade estivessem bem calculadas, se o que importasse a um Estado fosse efectivamente fazer render de cada um o que de melhor essa pessoa tivesse para dar, então teria esse Estado como preocupação primeira explorar a tendência ou talento desta ou daquela pessoa (todo o indivíduo está tendencialmente talhado para um aspecto particular da acção ou do pensamento, o que o leva a ser, se devidamente explorada essa tendência, de uma preciosa utlidade e relevância), seriam continuamente criadas as condições para que cada um extraísse de si o seu diamante em bruto que diariamente deveria lapidar.
Eu seria o pensador de referência para as questões mais intrincadas e complexas, o criador inspirado e inspirador, o meu vizinho do lado seria aquele pianista de sonho, a porteira do meu prédio seria a advogada eminente que aplicaria a justiça em detrimento da lei, o engraxador brasileiro que vejo na Rua Augusta seria o dentista respeitado da Av. da Liberdade com consultório próprio, e o varredor de ruas no Largo de Sapadores seria o varredor de ruas no Largo de Sapadores porque realmente lhe interessava o ambiente e a preservação da cidade e da vida, mas varrendo as ruas a uma hora humana, com dignidade e reconhecimento da sua função essencial e cívica, com o ordenado sério e justo de quem merece gozar a vida e não lutar por ela. Parece, ò seguidor do Gume, que a realidade tem esta peculiaridade de levar um sonhador à Utopia.

Já tinha, efectivamente, saudades das férias...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 17:28
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

YSL - O Homem que Recriou a Mulher - E Nem Precisou de Uma Costela...

Ontem, 01 de Junho de 2008...

...Ficam: a Moda mais pobre, os herdeiros mais ricos...

Morreu Yves Saint Laurent, rei da alta-costura

(Notícia do PÚBLICO, 02.06.2008 - 08h23):

«O costureiro francês Yves Saint Laurent morreu ontem com 71 anos, às 23h10, em Paris, anunciou a Fundação Pierre-Berge-Saint Laurent, sem avançar a causa da morte. Todos lhe chamam "o rei da moda" e é considerado o último da geração que, com Christian Dior e Coco Chanel, fez de Paris a capital da moda mundial.

Nascido em Oran, na Argélia francesa, o lendário costureiro saiu de casa aos 17 anos, tendo ganho um prémio de estilista aos 18 e, nesse mesmo ano, entrou para a casa Dior, que acabaria por recuperar financeiramente, após a morte do fundador, em 1957. Saint Laurent atingiu fama instantânea em 1958, aos 21 anos, quando apresentou a sua colecção Trapeze, a primeira a seguir à morte do mestre. E ao contrário de outros estilistas, conseguiu manter-se actualizado, nota o "New York Times", ao longo de várias gerações. Nos anos 1960, Yves Saint Laurent desenhava já roupas que reflectiam a mudança do papel das mulheres na sociedade: mulheres mais confiantes, pessoalmente e sexualmente, e activas no mercado de trabalho. Em 1962, com 26 anos, iniciou a sua própria empresa, a YSL, financiada pelo seu companheiro Pierre Bergé, com quem viveu até 1976. Viria a retirar-se da alta costura em 2002 e estava doente desde então.

Encontrei o meu estilo através das mulheres.A força e vitalidade do meu estilo vem daí porque eu desenho sobre o corpo de uma mulher.
[Esta frase é lírica! Este homem era um poeta! Que vergonha ò garanhões viris! É um gay que vos vem dar o exemplo!]
Yves Saint Laurent mudou para sempre a roupa de mulher introduzindo fatos com calças, casacos de safari e camisolas, disse ontem à noite uma especialista em moda da BBC Razia Iqbal. Reconhecido como um grande inovador, ajudou a revitalizar a alta-costura ao mesmo tempo que produzia roupa para vestir no dia-a-dia. "França perdeu não apenas o seu maior costureiro mas também um ícone cultural", disse Razia Iqbal. Vestiram-no Catherine Deneuve, Paloma Picasso, Lauren Bacall e muitas mais mulheres elegantes e felizes».
YSL, o Gume faz-te uma homenagem:









Como se vè, nós, cá do Gume, aplaudimos e desfilamos...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 11:14
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 1 de Junho de 2008

Hoje o Gume Está Sentimental...

...Mas o motivo é grande:

1 de Junho, Dia da Criança...









Porque não todos os dias?
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 10:42
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Regumemos...


A Normalidade Gúmea está reinstituída. Para qualquer estocada, por aqui:
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:10
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

O Leão Sem Juba

Sopa de Facas, Chafurdar na Lama

 

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Gumoctopus

Últimos Golpes

É Oficial

O Gume Descansa

Fair-Pay (O L Perdeu-se N...

D' ETA Vez É A Sério!

E Depois Dos Votos, Obama...

Dióxido de Carbono Em Min...

Liberdade Individual A Vo...

BPN (The Bank Robbers)

White Out (Para o Fim do ...

Melancolia De Um Dia de I...

Das Lágrimas

The Book and The Cover

2010 - O Gume Está Lavado...

Adeus Ano Velho!

História de Família (De 1...

A Vantagem da Ingenuidade

Liliana (Um Livro Aberto)

Estranha Rábula

Do Medo (Livre/o Abordage...

Justiça Terrestre (À Falt...

Sras. E Srs., Parece Cert...

O Anticristo (Quase Liter...

Sonha E Serás Mestre!

Rouba em Paz E Que A Benç...

Lisboa Está de Luto (Temp...

Segundo Gume Apresenta......

O Que As Malvadas Nos Faz...

Mundo Binário

Senhoras e Senhores, Em E...

Borracha Sobre As Más Exp...

Um Manifesto Muito Sério ...

Denúncia De Uma Esteticis...

Mãe, Pisei Uma Pastilha E...

O Gume Reflecte - Fisio-P...

Algodão Doce (Memórias da...

Dia das Gomas (Recentemen...

Post Sentido (Come e Cala...

VENDE-SE: ÁGUAS FURTADAS ...

O SubConsciente Explicado...

Partilhou-se Na Net Esta ...

O Gume Lança O Mote Para ...

Twittership (Seja Lá Isso...

Andorra, Dezembro de 2009...

Um Mau Post Sobre um Mau ...

Sobre O Meu Melhor Romanc...

Prevenção Gripe A: Protej...

O Gume (Re)viu... Memento...

Brevíssimas Sobriedades (...

A Bíblia de Jerusalém Rec...

Pergunta do Dia Que Se Ag...

O Gume E O Tempo

Agosto 2012

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Que Farei Com Estes Gumes?

todas as tags

blogs SAPO

Roubar as Facas