Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009

Evoluções, Involuções, Dubitações... (Reformulado)

- ...É como lhe digo, meu caro... O Homem é um animal de hábitos! A ideia é antiga, claro, e eu, que estou velho, sou apenas experiente, não invento nada. Não tenho muitas coisas como certas senão a morte, o imposto,os diabetes e esta coisa que vou agora dizer-lhe...

- Confesso, está a deixar-me curioso...

- E tem razões para isso. É este o caso, robusto, retirado das minhas evoluções: Um homem, qualquer homem , não é como nasce mas depois de nascer o que lhe dão...

- Asneira! Não aceito! Aos trinta anos você não é um abeto à espera de ser podado! É o que quer! Explique-se melhor...

- ...Permita-me, meu amigo; não me deixou terminar. Aconselho-lhe esse licor de malte: é do bom! Dizia-lhe eu, e por quem é, peço-lhe que não volte a interromper-me... Esta circunstância inevitável de, se se lembra, se ser o que lhe é dado, é uma amputação da personalidade...

- ...Homem, você vai de mal a pior!...

- Meu amigo, tenha paciência! Vai ouvir-me até ao fim e depois, sim, se ainda puder, arriscar-se-à a falar! Que diabo, experimente lá o licorzinho! Ao fim de dois ou três golos e de uma pitada de ouvido e paciência, pelas minhas farfalhudas suiças, vai ver que o argumento até lhe cai que nem ginjas!

- Pppfffff...

- Agora, dizia-lhe... É isso! Há uma amputação; e deixemos, faça-me a cortesia, este ponto intocável! Ora, sucedendo isto, quer também dizer que, à partida, a natureza das nossas escolhas (que moldarão e se moldarao pelo nosso carácter) estará condiconada pelo ambiente em que crescemos...

- Bom, cedo-lhe isso. Nesse ponto está certo...

- Agradecido. Vejo que já começou a tomar o gosto ao licor. É escocês. Ora, como é natural, isto é contrangedor...

- Efectivamente, meu amigo, isso dói!

- Será. Mas doi mais a ironia que contém...

- Ironia? Que quer você dizer? Chiça, que efectivamente este licor é do bom!

- Com certeza que é! O cavalheiro deverá tomar mais fé nas minhas palavras...

- ... Pois que realmente... sim senhor! Que belo sumo! Mas ora então o cavalheiro adiantava...

- Pois sim, a ironia...

- Precisamente, a ironiazinha, o meu amigo estava aí...

- Ora, pois então, como eu dizia, se seguirmos a nossa evolução da criança ao Homem, do estudante ao trabalhador, do inconsciente ao responsável, do ingénuo ao avisado, do ignorante ao culto, do rebelde ao institucionalizado…

- ... Que por vezes me parece mais uma involuçãozinha...

- Voilá! La mouche! ... se o fizermos, acabaremos, meu caro, por nos confrontar com o facto de sermos uma fera que se amansa pelas infindáveis leis da vida, acabando depois, com o cansaço dos anos, por precisar do jugo que se tornou familiar...

- Alto e pára o baile! A precisar do jugo?! O meu amigo agora está a esticar a corda!

- Tenha paciência homem! Cheire-me esse licor, que já está outra vez com aqueles ares! Ouça-me até ao fim esta pérola! Esta minha ideia faria as delícias de Darwin e outros como ele se ainda andassem por cá!

- Não duvido, não duvido... Então acabe lá isso antes que se me acabe o copo... O jugozinho, dizia o meu amigo, o jugozinho...

- Assim é... Essas correntes da juventude...

- ... Porque ser jovem é estar preso à aprendizagem...

- ... E livre a outras coisas!...

- Ha! Ha! Ha!...

- ... É muito mais do que isso, meu amigo, muito mais do que isso! Essas correntes, explicava-lhe, foram limadas por anos de habituação e tornaram-se um símbolo de refúgio...

- Ahhhh!

-... A memória distorce-se entre as responsabilidades e as escolhas, fazendo do que era uma vontade uma espécie de tédio, do que era um princípio um exemplo do erro, do que era convicção uma casmurrice, do que era uma crença um devaneio...

- Ohhhh!

-... O que desprezávamos passa a parecer-nos bom; o que evitávamos, desejável; o que nos magoava traz-nos a nostalgia do que pudemos já realizar...

- Entendo, entendo... realmente o licorzinho é bom!...

-... É no fundo como assistir à domesticação de um chimpanzé selvagem, que começa por aprender alguns truques em troca de bananas, para acabar por precisar das bananas por lhe lembrarem os truques que fazia…

- Meu amigo, estou convencido... Sem dúvida! É o malte!

- Sem dúvida...

</style> </p>
Que Farei Com Estes Gumes?: ,
Golpe por Miguel João Ferreira às 20:49
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

O Leão Sem Juba

Sopa de Facas, Chafurdar na Lama

 

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Gumoctopus

Últimos Golpes

É Oficial

O Gume Descansa

Fair-Pay (O L Perdeu-se N...

D' ETA Vez É A Sério!

E Depois Dos Votos, Obama...

Dióxido de Carbono Em Min...

Liberdade Individual A Vo...

BPN (The Bank Robbers)

White Out (Para o Fim do ...

Melancolia De Um Dia de I...

Das Lágrimas

The Book and The Cover

2010 - O Gume Está Lavado...

Adeus Ano Velho!

História de Família (De 1...

A Vantagem da Ingenuidade

Liliana (Um Livro Aberto)

Estranha Rábula

Do Medo (Livre/o Abordage...

Justiça Terrestre (À Falt...

Sras. E Srs., Parece Cert...

O Anticristo (Quase Liter...

Sonha E Serás Mestre!

Rouba em Paz E Que A Benç...

Lisboa Está de Luto (Temp...

Segundo Gume Apresenta......

O Que As Malvadas Nos Faz...

Mundo Binário

Senhoras e Senhores, Em E...

Borracha Sobre As Más Exp...

Um Manifesto Muito Sério ...

Denúncia De Uma Esteticis...

Mãe, Pisei Uma Pastilha E...

O Gume Reflecte - Fisio-P...

Algodão Doce (Memórias da...

Dia das Gomas (Recentemen...

Post Sentido (Come e Cala...

VENDE-SE: ÁGUAS FURTADAS ...

O SubConsciente Explicado...

Partilhou-se Na Net Esta ...

O Gume Lança O Mote Para ...

Twittership (Seja Lá Isso...

Andorra, Dezembro de 2009...

Um Mau Post Sobre um Mau ...

Sobre O Meu Melhor Romanc...

Prevenção Gripe A: Protej...

O Gume (Re)viu... Memento...

Brevíssimas Sobriedades (...

A Bíblia de Jerusalém Rec...

Pergunta do Dia Que Se Ag...

O Gume E O Tempo

Agosto 2012

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Que Farei Com Estes Gumes?

todas as tags

blogs SAPO

Roubar as Facas