Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009

Sras. E Srs., Parece Certo, O Gume Vai Preso...

Porque é Natal, a Carris respondeu; e o Gume, que não se cala, respondeu à resposta:

 

OS LADRÕES:

 

Exmo. Senhor

Miguel João Ferreira

Recepcionamos a sua reclamação via Livro de Reclamações e e-mail que agradecemos e mereceram da nossa parte a melhor atenção.

 Considerando e analisado o assunto em epígrafe, confirmamos que V. Exa. viajava sem título de transporte válido, situação passível de coima.

De acordo com a lei em vigor (Lei 28/2006, de 4 de Julho) considera-se título inválido o título de transporte nominativo cujo registo electrónico se encontre adulterado ou danificado. A falta de título de transporte válido, a exibição de título de transporte inválido ou a recusa da sua exibição está sujeito a uma coima, nos termos da mesma lei.

Recordamos que foi autuado com o Auto de Notícia nº 55327, no dia 11-12-2009, pelas 12h 34, no autocarro nº 2237, que circulava na Av. da República, na carreira nº 732, com destino a Caselas, porque ao ser abordado pela fiscalização apresentou o cartão Lisboa Viva nº 002 001060376, sem possibilidade de leitura.

 No dia 15-12-2009 foi emitido o Auto de Noticia nº 53540, pelas 12h 11, no autocarro nº 2323, que circulava no Marquês de Pombal, com destino ao Restelo, na carreira nº 727, porque ao ser abordado pela fiscalização, se recusou a mostrar o seu cartão.

Face aos argumentos apresentados, consideramos que a autuação deverá manter-se, pelo que esclarecemos, que V. Exa. dispõe de cinco dias para proceder ao pagamento voluntário das coimas no valor de 113,40 € cada uma, pelo valor mínimo deduzido de 20% (112,00 € cada uma), acrescido do valor da viagem (1,40 € cada uma), o que poderá fazer:

- pessoalmente, nos nossos serviços de Fiscalização Comercial, em Santo Amaro, Rua 1º Maio 101/103, Lisboa, em qualquer dia útil entre as 09h00 e as 16h30;

- por Vale de Correio, enviado para a Sede Executiva: Alameda António Sérgio, nº 62  -  2795–221 Linda-a-Velha, e deverá ser indicado o número do Auto de Notícia e nome completo do(a) autuado(a);

- por cheque, à ordem de Companhia Carris de Ferro de Lisboa e enviado para a Sede Executiva. No verso do cheque deverá ser indicado o número do Auto de Notícia. O recibo será emitido apenas após boa cobrança;

- por transferência bancária, para a conta da Companhia Carris de Ferro de Lisboa no Banco Santander Totta com o seguinte NIB 0018 0000 00082260001 21, devendo ser indicado o número do Auto de Notícia e enviado à Sede Executiva ou endereço de e-mail TR.OF.DF@CARRIS.PT o comprovativo do pagamento efectuado indicando o número do Auto de Notícia e nome completo do(a) autuado(a).

Se efectuada por Multibanco deverá ser enviada para a Sede Executiva ou endereço de e-mail TR.OF.DF@CARRIS.PT cópia do talão de transferência efectuada, com referência ao número do Auto de Notícia e nome completo do(a) autuado(a). Deve também enviar-nos o NIB e o nome do titular da conta de origem dos valores.

Se efectuada através de “home banking” deverá ser indicado o número do Auto de Notícia e enviada a prova de transferência efectuada com sucesso, com indicação do nome completo do(a) autuado(a), para TR.OF.DF@CARRIS.PT, para a emissão do respectivo recibo, documento de prova do pagamento efectuado.

A coima só é considerada liquidada após a emissão do respectivo recibo e para a emissão deste é necessário saber o número do Auto de Notícia a que corresponde determinado pagamento.

Findo o prazo de pagamento, os processos serão remetidos ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT), Av. das Forças Armadas, 40, 1649-022 Lisboa, e-mail IMTT@IMTT.PT, de acordo com a lei em vigor, conforme extracto no verso dos Auto de Notícia em seu poder.

Por último, informamos que, conforme legalmente estabelecido, sempre que é registada uma reclamação no “Livro de Reclamações”, a mesma é remetida para conhecimento ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I.P. (IMTT), bem como cópia do presente e-mail.

Com os melhores cumprimentos.

Pl’ O Provedor do Cliente

     A. A.

Gab. Provedor do Cliente

         www.carris.pt

 


From: .PROV (Provedor do Cliente) <prov@carris.pt>
Date: 2009/12/24
Subject: F. Reclamação 14076255 - 14076256 (M4699-09)
To: SegundoGumeXXL
Cc: imtt@imtt.pt

 

------

 

E O GUME:

 

Sr. A. A. (infelizmente, vejo-me impedido de retribuir o epíteto de Excelentíssimo por não encontrar excelência na Carris),

Começo por dizer que o meu e-mail de protesto foi enviado para o Conselho de Admnistração da Carris e não para o provedor do cliente, portanto é do Conselho de Administração e não do provedor que eu exijo uma resposta. Na minha reclamação incluí também, como deveria saber quem supostamente leu com "a melhor atenção" o que escrevi, queixas legítimas sobre as respostas miseráveis que o provedor dá aos clientes, como uma vez mais se comprova já que, de um texto com seis páginas, vejo apenas a exigência do pagamento das multas, sem a mínima preocupação com as razões e denúncias por mim apresentadas, de situações várias, muito sérias, em que a Carris continua a falhar.

O pedido de indulgência que vos fiz, face à legitimidade das minhas razões, não era tanto por mim, mas por vós, já que dava, como ainda dou, apesar de tudo, a oportunidade à Carris de se corrigir. Aproveite pois a Carris a época natalícia para efectivamente ganhar vergonha e pensar nos clientes em lugar do lucro.

Assim, como disse, não aceito mais respostas de quem não tem categoria para as dar e exijo que o Conselho de Admnistração dê a cara e me responda, como deve, à carta que enviei, quer por e-mail, quer por carta registada com aviso de recepção. Como espero resposta devida aos diversos problemas da Carris que fiz notar e à matéria exacta constante da reclamação que fiz no livro de reclamações no Alto de Santo Amaro.

Podem desde já a Carris e o Ministério dos Transportes (igualmente em anexo, como fez questão de o colocar) saber que NÃO VOU pagar qualquer multa a não ser que o dinheiro me seja roubado, à força. Qualquer das multas, como tive oportunidade de explicar no texto que fez questão de não ler devidamente, apesar da sua introdução de etiqueta pré-formatada, foi-me passada porque eu, contra dinheiro e conveniências, me votei a defender um princípio. E, pela defesa desse princípio, estou disposto a ir às últimas consequências: A CARRIS NÃO ENRIQUECERÁ À MINHA CUSTA, NEM QUE EU TENHA DE PAGAR ESSAS MULTAS COM DIAS DE PRISÃO. Pode pois o Sr. provedor enfiar os seus decretos e exigências anexas no antro empresarial ou privado que bem lhe aprouver e que lhe faça um óptimo proveito.

Boas Festas,

Miguel João Ferreira.

----------

 

Em 2010 vou escrever de Caxias "A História do Homem Bom, Uma Utopia". Vai ser o meu primeiro romance com mais de 100 palavras!

 

No Natal só vejo uma função: acentuar a tristeza. As pessoas são merda.

 

P.S: Alguém pode passar às bestas em geral a mensagem de que "recepcionar" não existe? O substantivo é "recepção", o verbo é "receber" e no passado, para não se confundir com o presente, o primeiro "a" leva um acento agudo? É um país de doutores e de canudos, e cada um mais ignorante que o outro...

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:57
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Porta-Estocadas:
De Saaz a 25 de Janeiro de 2010 às 14:37
:) Saudadinhas da Irreverência. Parabéns Sr. Gume. muito continuo a admirá-lo.
Saaz
De Miguel João Ferreira a 31 de Janeiro de 2010 às 13:00
Obrgd Saaz. Há quem diga que eu tenho um deturpado sentido de justiça. Um de nós tem razão. Eu aposto em mim.
De Raquel Granja a 20 de Fevereiro de 2012 às 17:31
Boa Tarde, acabo de receber uma multa da carris e gostaria de saber o que lhe aconteceu se eventualmente não procedeu ao pagamento. Eu recuso-me a pagar também.

Os melhores cumprimentos
Raquel Granja
raquel.granja@hotmail.com
De joana a 28 de Abril de 2013 às 21:09
o que aconteceu após o não pagamento das coimas? iniciou-se um processo judicial?

Deixe a Sua Estocada

O Leão Sem Juba

Sopa de Facas, Chafurdar na Lama

 

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Gumoctopus

Últimos Golpes

É Oficial

O Gume Descansa

Fair-Pay (O L Perdeu-se N...

D' ETA Vez É A Sério!

E Depois Dos Votos, Obama...

Dióxido de Carbono Em Min...

Liberdade Individual A Vo...

BPN (The Bank Robbers)

White Out (Para o Fim do ...

Melancolia De Um Dia de I...

Das Lágrimas

The Book and The Cover

2010 - O Gume Está Lavado...

Adeus Ano Velho!

História de Família (De 1...

A Vantagem da Ingenuidade

Liliana (Um Livro Aberto)

Estranha Rábula

Do Medo (Livre/o Abordage...

Justiça Terrestre (À Falt...

Sras. E Srs., Parece Cert...

O Anticristo (Quase Liter...

Sonha E Serás Mestre!

Rouba em Paz E Que A Benç...

Lisboa Está de Luto (Temp...

Segundo Gume Apresenta......

O Que As Malvadas Nos Faz...

Mundo Binário

Senhoras e Senhores, Em E...

Borracha Sobre As Más Exp...

Um Manifesto Muito Sério ...

Denúncia De Uma Esteticis...

Mãe, Pisei Uma Pastilha E...

O Gume Reflecte - Fisio-P...

Algodão Doce (Memórias da...

Dia das Gomas (Recentemen...

Post Sentido (Come e Cala...

VENDE-SE: ÁGUAS FURTADAS ...

O SubConsciente Explicado...

Partilhou-se Na Net Esta ...

O Gume Lança O Mote Para ...

Twittership (Seja Lá Isso...

Andorra, Dezembro de 2009...

Um Mau Post Sobre um Mau ...

Sobre O Meu Melhor Romanc...

Prevenção Gripe A: Protej...

O Gume (Re)viu... Memento...

Brevíssimas Sobriedades (...

A Bíblia de Jerusalém Rec...

Pergunta do Dia Que Se Ag...

O Gume E O Tempo

Agosto 2012

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Que Farei Com Estes Gumes?

todas as tags

blogs SAPO

Roubar as Facas