Sexta-feira, 31 de Março de 2006

Contra Couves & Alforrecas


“A escritora Margaria Rebelo Pinto e a editora Oficina do Livro interpuseram uma providência cautelar no sentido de impedir a publicação do livro Couves & Alforrecas, Os Segredos da Escrita de Margarida Rebelo Pinto, no qual o crítico João Pedro George analisa a obra da autora de Não há Coincidências.”
 

In Diário de Notícias
 


 


Cara Margarida, estou solidário consigo. Apoio incondicionalmente a sua moção! O que esse senhor fez, não se faz!

Revelar os segredos recônditos da escrita de Margarida - permita-me a intimidade - é um ultraje! Um atentado! Impedir a publicação de tamanha afronta é escasso. Deviam queimar todos os exemplares de "Couves & Alforrecas" em praça pública!

Se por algum acaso ou clarividência, eu tropeçasse nessa verdade universal, nesse devir, que são os segredos da escrita de Margarida, faria um voto de silencio, cortaria a minha própria língua ou metia-me na banheira com uma torradeira eléctrica, antes de divulgar ao mundo tamanha revelação.

Para João Pedro George, a penosa tarefa de ler, reler, transcrever, passar a pente fino todas as subtis e as grosseiras incoerências desse riquíssimo ecossistema literário, não foi flagelo suficiente! Não contente com a sua própria comiseração, João Pedro George, resolve lança-la sobre todos nós na forma de “Couves & Alforrecas”.

Este senhor, para além de masoquista inveterado, revela um incomensurável sadismo e um total desprovimento de sentido de responsabilidade cívica.

Tornar públicos os segredos da escrita de Margarida, é abrir a caixa de Pandora. É o equivalente literário a oferecer à Al-qaeda, de uma só vez, a fórmula e os ingredientes da bomba de neutrões.
 

Qualquer aspirante a escritor com menos escrúpulos seguirá a palavra de “Couves & Alforrecas” como se de uma bíblia se tratasse. Na busca do sucesso alcançado pela obra de Margarida, copiará as suas fórmulas, as suas personagens, o seu vazio, as suas repetições, as suas incoerências… Em suma, teremos uma multiplicação de Margaridas.

Couves & alforrecas é um autêntico manual do terrorismo literário que deve ser travado a todo o custo. Nas mãos erradas, Couves & Alforrecas, será a aniquilação total e imediata do panorama literário português.


Juntem a vossa à nossa indignação
Digam NÃO às “Couves & Alforrecas”!

Texto escrito por: Bruno Candelária Santos.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 17:36
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Porta-Estocadas:
De visconde a 5 de Abril de 2006 às 11:36
Cheira-me que assim nasceu uma "nova" corrente de pensamento.
A xôdona Margarida, pelo que já pude apreciar, nos livros que escreveu, não tem nada para dizer. Ora, assim sendo, um livro baseado nos livros da xodôna Margarida também não diz nada. E, pela mesma ordem de ideias, um post que fala de um livro que aborda os livros da xodôna Margarida não diz nada e, consequentemente, o meu comentário vai pelo mesmo caminho.
Então, esta conversa toda é o quê?? Uma curiosa readaptação de um estranho nihilismo? um neonihilismo??
Tenho uma sugestão: não falemos sobre o "repolho", - e já agora, não falemos também da xôdona Margarida, evitando assim que assumam uma importância que não têm. Boa?
De Silmarien a 6 de Abril de 2006 às 19:45
Chegámos ao fim dos tempos.

Deixe a Sua Estocada

O Leão Sem Juba

Sopa de Facas, Chafurdar na Lama

 

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Gumoctopus

Últimos Golpes

É Oficial

O Gume Descansa

Fair-Pay (O L Perdeu-se N...

D' ETA Vez É A Sério!

E Depois Dos Votos, Obama...

Dióxido de Carbono Em Min...

Liberdade Individual A Vo...

BPN (The Bank Robbers)

White Out (Para o Fim do ...

Melancolia De Um Dia de I...

Das Lágrimas

The Book and The Cover

2010 - O Gume Está Lavado...

Adeus Ano Velho!

História de Família (De 1...

A Vantagem da Ingenuidade

Liliana (Um Livro Aberto)

Estranha Rábula

Do Medo (Livre/o Abordage...

Justiça Terrestre (À Falt...

Sras. E Srs., Parece Cert...

O Anticristo (Quase Liter...

Sonha E Serás Mestre!

Rouba em Paz E Que A Benç...

Lisboa Está de Luto (Temp...

Segundo Gume Apresenta......

O Que As Malvadas Nos Faz...

Mundo Binário

Senhoras e Senhores, Em E...

Borracha Sobre As Más Exp...

Um Manifesto Muito Sério ...

Denúncia De Uma Esteticis...

Mãe, Pisei Uma Pastilha E...

O Gume Reflecte - Fisio-P...

Algodão Doce (Memórias da...

Dia das Gomas (Recentemen...

Post Sentido (Come e Cala...

VENDE-SE: ÁGUAS FURTADAS ...

O SubConsciente Explicado...

Partilhou-se Na Net Esta ...

O Gume Lança O Mote Para ...

Twittership (Seja Lá Isso...

Andorra, Dezembro de 2009...

Um Mau Post Sobre um Mau ...

Sobre O Meu Melhor Romanc...

Prevenção Gripe A: Protej...

O Gume (Re)viu... Memento...

Brevíssimas Sobriedades (...

A Bíblia de Jerusalém Rec...

Pergunta do Dia Que Se Ag...

O Gume E O Tempo

Agosto 2012

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Que Farei Com Estes Gumes?

todas as tags

blogs SAPO

Roubar as Facas