Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

Sonha E Serás Mestre!

 

 

Sara comprou um livro de sonhos.
A primeira lição foi: «QUEBRAR AS REGRAS».

Que Farei Com Estes Gumes?: ,
Golpe por Miguel João Ferreira às 19:13
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

Infundamentalíssima Noção...

 

O Fundamentalismo começa com uma opinião, como um tornado começa com a brisa. Opina e deixa opinar, mas vê como cresce essa visão que te dão; não vá ela cegar-te...

 

...........

 

Pensa por ti próprio ou escolhe não pensar. Pensar com as razões que te cheguem de um outro corresponde, em Biologia, a não ter cérebro...

 

............

 

(A Malik Vazirna)

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 21:09
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Não Te Ofusques, Se Há Sol...

O Verão perene é a ingenuidade dos simples. Se te deslumbras de mais com um campo de trigo, ao final do dia só comerás palha.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 13:33
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (5) | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Transpira e Então Respira....

 

O cansaço é o sacrifício para a Felicidade...

Que Farei Com Estes Gumes?: ,
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:29
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

HOW TO: Homo Sapiens Sapiens em Cinco Minutos - BE IT YOURSELF

A paixão é um sentimento irracional - erradica-a. Basta querer. Uma vontade sincera não precisa de se fundar nos extremos.

A saudade é uma desculpa de quem se prende ao que foi. Não uses desculpas para nada. Se queres parar, pára e assume a estagnação que escolheste. Se queres seguir em frente, segue em frente e não digas que te faz falta aquilo que já não tens; que há uma nostalgia pelo que passou; que uma melancolia vaga te atravessa o espírito; que uma recordação te comove. A saudade é o absurdo português de louvar o seu ser mediocre. A paixão é o seu modo de se declarar imbecil. Não sejas português: sê do Mundo e de ti próprio. Sê o que queres, porque sabes o que queres e trabalhas para o ter. SÊ, sabendo sabê-lo, EVOLUI.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 17:46
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 20 de Março de 2009

O Segredo da Antecipação (Ou da Igualdade de Resposta)

 

 

O carrasco chega sempre com um sorriso. Se puderes, evita-o. Se não, sorri de volta: ele é capaz de morrer antes de ti.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 22:36
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 19 de Março de 2009

Dos Sociodemoníacos...

Quando il Diavolo carezza il corpo vuole l'anima - provérbio italiano.

 

Tem cuidado se um estranho te corteja - um elogio  tem várias formas: a da inveja, por exemplo...

 

.....

 

(A B. Gentile)

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:39
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

Amigos (Que Jamais O Serão):

Trabalho é trabalho,

Cognac é cognac.

Falem do meu trabalho -

Não se metam no meu cognac!

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Em Humor de Advertência
Sem Som: De Intervenção
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 20:29
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Perde E Serás Mestre!

 

 

Agradece as derrotas.

Não desistas de nada que mereça o teu esforço.

Vencer é a lição de ter perdido.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 18:49
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 22 de Fevereiro de 2009

Um Post Para as Vitórias....

Se se sente bem, grite Viva!

 Se é do norte, grite Biba!

  

(Cuidado para não anasalar o i -

Vai ofender muita gente, mesmo tendo razão.

Ele há pessoas sensíveis!! -

No ego, claro)

 

...............

 

(Para as Bimbas deste Mundo e arredores)

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Qual Botero
Sem Som: Um Bolero
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:46
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2009

Aos Que Nao Sabem Se as Suas Esposas Os Amam (Indirecta Narraçao de Uma Tragédia)

Meus amigos,

 

A hora é grave. Neste momento de angústia que todos vós atravessam, vós que nao sabeis se sois realmente acarinhados e admirados pelas vossas esposas e companheiras, façai o teste:

Caí. Caí miseravelmente, parti os ossos todos, da clavícula ao fémur, desgraçai-vos ao mais alto nível de desgraça para aquele que cai e se magoa, enchei-vos de nódoas negras e sofrimentos sem fim, espatifai-vos nessa estrada da vida!!! Se isto for demais, simplesmente, fazei por cair ridiculamente da cama e por vos aleijardes a sério, nem que seja, para salvar um mau jantar (feito por ela) e um bom computador (pago por vós). Se, quando tal acontecer, a bruxa se rir perdidamente, se ela vos escarnecer sem dó e sem vergonha, expulsai-a! Expulsai-a! Renegai a herege!! Ela nao vos merece!! E voltai para as mães em busca de consolo...

Estou certo de que vocês, sentimentais, acham ainda que essas senhoras sao as únicas mulheres que vos entendem...

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Vilipendiado, traído, hirodói!
Sem Som: Ai Ui Ai Ui Ai....
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 12:49
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 17 de Janeiro de 2009

Pri Carbone Pensa em Suicídio...

- "Ai!, Tôu dji sácu chêio dji côisá burôcrátchicá! Num quéru máiz êssi negócio párá minhá vidâ!"

 

...........

 

Por uns poucos papéis, Pri, não faças isso...

 

(Um conselho Gúmeo, claro está).

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:29
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Wulffmorgenthaler e Outras Histórias

Este é o link de um site fantástico (e gratuito, logo, duplamente fantástico), que eu recomendo:

 

http://wulffmorgenthaler.com/strip.aspx?id=127fdb74-02ce-409f-a036-20b728f9fab3

 

"Alarguei "o link de modo a chegar directamente a esta imagem (de 21 de Outubro de 2003):

 

 

 

 

A Legenda diz: "CAUGHT UNDER THE MISTLETOE IN VIETNAM".

 

E este é um dos comentários:

 

(Naoes, from Denmark, January 11, 2007 )

 

What do you know...a tender kiss and all the worries of the world are forgotten...  Amazing :)

 

..............

 

O Gume nao teria dito melhor. Ah, e outro! :

 

(Durox, from United States, December 31, 2008)

 

Mistletoe is more powerful than bullets; they should use it in Gaza these days! :}:}

 

..............

 

Deviam. Em todo o lado.

 

Eis entao o conselho Gúmeo de hoje:

 

a) Wulffmorgenthaler - receba-os gratuitamente no seu email: uma comicstrip por dia.

 

b) Resistindo aos Síndromas de Judas e TiaCascais beijoqueira em que qualquer rosto é bom recipiemte, beije e deite visco à vontade!

 

E nao use o Natal como desculpa.

.....................

 

(NAO USE DESCULPAS PARA NADA:

SEM DESCULPAS O SEU MUNDO É MAIS LEVE....)

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:41
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

No Mundo (do Mundo)...

 

Não suponhas,

Observa.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 11:15
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

Do Acto de Confessar

Tenho vindo a observar uma constante que, sendo constante, se traduz num fenómeno curioso.

Contrariamente às previsões mais razoáveis, o homem comum gosta de (se) confessar. Tem, no entanto, e esta é a maior curiosidade da constante, a tendência estranha de confessar o que não fez ou que não é.

 

Por exemplo:

 

"Confesso que não sou invejosa"

 

(Estrela de novela da TVI em revista cor-de-rosa, ambas nao mencionáveis para não dar mais notoriedade a quem não a merece).

 

Outras variantes são:

 

"Confesso que nunca me droguei"

"Confesso que não gosto de chamuças"

 

Ou, se arrisca uma afirmação, chuta esta trivialidade:

 

"Confesso que me descai parte do estômago quando faço a dança do ventre"...

 Ou

"Faço uma confissão. São poucas, seis ou sete, ou nem isso, as pessoas com as quais, ao longo da vida, verdadeiramente me incompatibilizei".

 

Nestas situações lidamos, bem se vê, com confissões de feira, em que o presumível confessado não busca mais do que obter atenções ou ser artificialmente espirituoso, por nao ter, ao contrário do que quer mostrar, muita confiança em si mesmo e algo de significativo a dizer. O que mostra mais de si, sem o notar,  é que aquilo de que precisa, antes de mais, é de quem o ouça, o que nos dias de hoje se paga caro em sessões de apoio psicológico.

 

Há também os que simplesmente confessam, assim mesmo, sem complemento directo ou pergunta prévia:

 

- Eu confesso!

- Muito bem, confessa o quê?

- Ah, não, isso agora, é cá comigo!

 

Ora, isto é merda. Podemos até ser generosos e conferir ao verbo, na expressão "eu confesso", um papel intransitivo, com a mesma validade de "A tia morreu"; ou activo no sentido de exercício (com carácter profissional) aplicado sobre outros. Então, o nosso protagonista passa a ser um Inquisidor com poderes de extorsão de intimidades:

 

- O cavalheiro é médico?

- Cirurgião. Cirturgião plástico.

- Aaaaaaaahhhhh!! Digníssimo!

- Deveras... Então e o senhor o que faz?

- Eu confesso. Todos os criminosos que se votam ao silêncio são levados, graças à minha arte, a descoserem-se como um farrapo velho!

- Deveras? Digníssimo!

 

Continua a não me convencer.

 

E há ainda aqueles que se confessam por terem sido agraciados com uma educação beata (primeira versão) ou por simplesmente viverem com medo (a opinião do Gume). Medo, em particular, de enfrentar a face dura das coisas.

 

Estes que se confessam começam por ter a necessidade, talvez até louvável, de expiar as suas faltas.

O primeiro erro está porém no propósito que os move: expiam como quem expurga excrementos, para obter um alívio, não com o intento de alcançar um progresso.; expiam porque lhes pesa a culpa e não a mediocridade.

O segundo erro é não saberem usar o espelho, senão para ajeitar o chapéu ou compôr o nó da gravata.

O terceiro erro  é suporem a existência de um elemento sobrenatural, motor e fonte de absolvição.

O quarto (e o mais grave de todos) é convencerem-se de que, para tal, devem recorrer aos serviços de um intermediário. O que nos oferece algo como:

 

- Então meu filho, que mal fizeste"s" hoje? - (O "s" explica-se por ser um padre de província que sabe mais latim do que português)

- Ai, sô Padre, qu'eu pequei!

- E qual foi a tua falta?

- Começou por ser de jeito, meu santo, depois foi de dinheiro, depois de uma mulher e agora ai, é de tudo...

- Não, minha besta, o teu pecado! - (Padre de província, como se sabe, perde depressa as estribeiras).

- Ah!, esse!, bom, sô padre, não tenho esposa, está a ver...

- Sim, já mo disseste"s"...

- Mas tenho galinhas, está a ver...

- Ah, coirão devasso! Mas está bem... dois Pais Nossos e cinquenta Avé Marias. Estás perdoado!

 

Usar o padre como intermediário para este folclore é um pouco, a meu ver, como enviar uma terceira pessoa ao talho comprar salsichas ou lombinhos de porco, porque se teme o talhante ou se lhe guarda râncor (ou qualquer outra razão privada mas de pouca frontalidade).

 

Se eu fosse Deus, que agradeço não ser pois deixaria de ser o que quer que fosse, ficaria maçado com esta atitude. A cobardia não é bom entretenimento.

 

Na óptica do Gume, a melhor confissão é o silêncio. Mas se realmente um sujeito se vê com a necessidade fisiológica e premente de confessar qualquer coisa, por tudo o que é mais sagrado e mais profano e mais o raio que o parta!, confesse à séria (mas não se confesse - saiba a diferença)! -

 

Eis o exemplo de uma confissão "À HOMEM":

 

- Confesso que estropiei uma velhinha! E soube-me bem, porra!

 

Ou:

 

- Confesso que fui eu quem atirou a bomba de Napalm para a Loja "O Rei das Meias"!

 

Ou mais potente e importante para a Sociedade portuguesa:

 

- Confesso que fui o autor do Virus que acabou de vez com o Blog da Rititi!

 

Ou simplesmente:

 

- Matei o Homem-Aranha e cresceram-me asas nos pés. Eu sou o Hammerhead, nova versão!

 

Isto são confissões que se prezem na dispensável hora da confissão. Sabê-las não pede arte, mas carácter.  Eis portanto, passada a análise, a dica do dia, prezadíssimo leitor:

 

NA DÚVIDA, NÃO CONFESSE COISA ALGUMA.

MAS SE O FIZER... CARAMBA, COMO EM QUALQUER OUTRA COISA,

GOSTE DE SI MESMO!

TENHA-SE RESPEITO!

FAÇA-O EM GRANDE!!!

 

...................

 

(NÃO SEI DE NADA NA VIDA QUE NÃO DEVA FAZER-SE EM GRANDE)

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:58
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (8) | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

Yes, Mr. Miyagi - Parte 2

A Fé é o Virus que corrompe a verdadeira vontade.

 

 

 

 

               Elimna-a.

 

 

 

 

 

 

 

 

Karate here -

 

 

 

 

 

 

 

Karate here. -

 

 

 

 

 

 

Karate not here, Daniel Son...

 

 

 

 

 

 

Faça o seu próprio Karate!

 

E pronto, é tudo por hoje. Para a semana regressam os bons conselhos Segundo Gume, na sua rúbrica:

 

"Como Viver Bem Em Menos De Cinco Minutos Desde Que Nao Faça Nada Como Eu"

 

E boas festas! (dizem-me da Régie que há umas festarolas quaisquer, nestes dias, por aí...)

 

 

 

 

 

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:29
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo

Yes, Mr. Miyagi - Parte 1

Escolhi deixar passar a tarde calma

Como um combóio rasga a pradaria.

 

O Tempo é o que eu deixo,

A vida é o que se cria:

 

Eu faço o meu milagre a cada dia...

 

........

 

(Wax in, wax out, Daniel Son...)

 

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:30
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008

Tome A Palavra...

a) ...E gaste-a com moderação.

 

 

b) Erras na proporção do que dizes.

Poupa o alfabeto para a necessidade.

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 13:44
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

O Anti-Mafalda (Desculpa Quino)

- Não à sopa!
- Não há sopa.

- Viva!

 

- Há fome.

Não à fome!

- Há sopa.

- Viva!

 

...............

 

Nega com moderação

(Para não engolires a negação).

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 11:06
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Superficialidades, Profundidades: To Know Somebody

a) Quando deixamos, para alguém, de ser interessantes, descobrimos que esse alguém nos conhece.

 

b) Se a relaçao vale a pena, sucedeu o contrário.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 11:23
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Make Yourself - Parte 2 - Know the Difference

O Acaso acontece.

Nao existe a Sorte.

Nao digas que nao tens o que nao fizeste.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 22:16
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Luck? Make (it) Yourself

- Entao, Gastão, como está?!

- Estou melhor do que me achava e pior do que estarei.

- Ah! Que optimismo!

- Não, meu caro, é empenho.

 

...............

 

Não te conformes.

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Eu
Sem Som: Incubus, Make Yourself
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 14:31
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

(Um Post Por Encomenda...) Segundo Gume Apresenta...

O Novíssimo...

 

Gumotorrinolaringologista:

 

Dá ouvidos e voz à vista!

 

.......................

 

Dá sentido(s) à visão interior...

 

 

 

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Mãos Largas
Sem Som: The Budha Kind
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 07:12
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Calmante Para O Homem Comum

Toda a evoluçao depende do sentido. Se queres evoluir seriamente, evolui e nao se fala mais nisso. Custa-te mas sabe-te bem. Se, por outro lado, a tua evoluçao é, na vontade, meramente social, nao te inquietes. Evolui a fachada e devolui para debaixo do tapete. Nao é assim que faz o resto do Mundo? Sê mediocre, sem constrangimentos, e orgulha-te disso.

 

P.S: (O Orgulho é fundamental!)

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Esforçando-me Por 1 Pouco Mais
Sem Som: Banal
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:36
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (1) | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Filosofia Francesa, D'Après Maria Antonieta

Ao BPN, BPP, restantes Bs...:

 

Se o (teu) Mundo está em crise, come um brioche...

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Rindo
Sem Som: Alegre
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 21:40
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Dissecar um Problema

"Vamos por partes" - disse Jack, O Estripador, - primeiro cortamos-lhe a cabeça.

 

P.S: Cuidado. Certifica-te de que não é uma hidra...

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 07:08
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (4) | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Ensaio Sobre A Surdez

Grita e eles nao te ouvem.Quanto mais gritares, mais surdo será o mundo. Sê discreto e chamarás à atençao.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 22:12
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

"Todo Depende" - Breve Homenagem a Jarabe de Palo

O Progresso tem escadas. Às vezes desce.

 

.........

 

Post Scriptum "Alertativo":

 

Suba de novo os degraus

Se sentir necessidade.

Progressos nunca sao maus -

Se descer, fique à vontade:

 

SIGA A SUA LIBERDADE.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 13:11
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 16 de Novembro de 2008

Não À Depressão - Mate o Seu Psiquiatra

O Entusiasmo alimenta-se da vontade.

Quer intensamente.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 12:21
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 15 de Novembro de 2008

High-Wired - Ganha Um Ponto de Vista

Tudo tem electricidade. Não a deixes ser estática: Move o teu mundo e o mundo há-de mover-te:

 

PARA ONDE QUISERES.

 

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 12:17
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

"Positivismo", "Efectivismo"

- Ah, que bela manhã! - Gritas, abrindo a janela;

E o sol entra-te na alma só porque o disseste...

 

(Chovia lá fora).

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Feliz
Sem Som: Suave
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 09:53
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (4) | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Ho Parlato con il Buda... 7 Secondi A Tibet

Prendo un sasso come un regalo del mondo  (Pri) - (Faz o mesmo).

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 19:37
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

Um Sapientíssimo Cliché - Versão Académica

Aprende e serás Mestre. A vontade dá-te a pós-graduaçao.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:01
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Cientificamente Provado - I Love Dexter!

Se te apetece matar o teu chefe ou o idiota do colega do lado que tem a mania que é artista ou esperto ou lambe botas ou raio que o parta ou se degolar um cliente ou quem quer seja é, a teu ver, o melhor modo de terminar uma disputa, contenda, conversa, ocorrência, etc., pega num lápis, morde-o com força como se fosse um osso e tu um cao que nao come há semanas e nao o largues por 90 segundos. Uma mensagem será enviada ao teu cérebro a explicar-lhe (mentira descarada) que tu estás a sorrir. Ele vai relaxar um pedacito mais e esse desejo homicida vai-se desvanecendo. É verdade que o idiota que te imolava a paciência ainda está à tua frente; mas podes ainda congratular-te de vir a ver o sol redondo e cheio e nao lá longe, cortado aos quadradinhos. E, um dia, podes apanhar esse camelo sozinho e limpar-lhe na mesma o sarampo. Sem testemunhas.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 18:55
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 2 de Novembro de 2008

Lend an Ear...

Ouvir é conquistar um amigo.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 19:18
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Do Faz-de-Conta ao Futuro

O comboio do sucesso nao conhece a electricidade. Só se move a carvao: Nao resmungues, alimenta a caldeira.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 17:50
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

Stop!

E de novo aquela expectativa... Levemente, Miguel, lentamente...

Esperar é o princípio da desilusao...

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 18:04
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

Da Riqueza (Máxima Mínima Que Pensei Inglesmente...)

Money brings misery. To be rich, make sure you are poor.

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Simples
Sem Som: De borla
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 22:56
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

Outras Notas Da Natureza Humana...

- Mestre, ter noção de um erro antes de o cometer, e mesmo assim, por escolha, ir cometê-lo, é aventura, é estupidez...?

- É um mistério.

- Mestre, eu temo o mistério.

- E que ganhas com o medo? Por medo não pois pé fora da porta, e deixas-te estar em casa. Tudo é assustador, tudo é mistério. Deves ser  responsável, mas também deves saber ser inconsciente. Há alturas em que importa ser-se estúpido. Se a vida nao te dá margem para o erro, tens de criar a tua própria margem.

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 21:41
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008

Forever Young

A VOZ DO SÁBIO: As rugas são um sinal de grande conhecimento...

 

A VOZ DO PROGRESSO: As rugas são um sinal de que não  ganha para os cremes...

 

A VOZ DO GUME: Seja indiferente e já não terá rugas.

 

(Ou tenha a certeza de morrer jovem).

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Novinh'em folha! Ou em folhos?
Sem Som: Alphaville
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 11:23
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

No Tomate É Que Está o Ganho!

Depois de profundíssima investigação, o Gume descobriu que algures, na nossa vida Académica, o Sr (eventualmente Dr., de acrodo com titularização actual) Pedro José Montalvão Machado Passos de Carvalho, supervisionado pelo Exmo e altamente Rev.issimo. Prof. (envetualmente Dr., de acordo com etc.)  António Mexia, redigiu a interessantíssima tese:

 

"Os mirídios e a limitação natural na cultura protegida do tomateiro."

 

Hoje, pelo menos, não consigo imaginar assunto mais empolgante e pertinente. Neste país sem ideias, que os míridios da cultura do tomateiro sirvam a todos de exemplo.

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 17:36
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 26 de Julho de 2008

2 Hinos ao Burlão Prático - Engana Tu Também A Vida!!

1º Hino:

 

O SUICIDA: Por certo hoje decidiria matar-me não fosse a minha falta de coragem.

O HOMICIDA: Por certo hoje decidiria matar-te não fosse a minha falta de coragem.

O BURLÃO PRÁTICO: Olha uma mosca! (Zás!) Para matar moscas não é precisa coragem!

 

2º Hino:

 

O PREGUIÇOSO: Não custasse tanto ao corpo, mataria esta mosca.

O ACTIVISTA ANIMAL: Não custasse tanto à culpa, mataria esta mosca.

O BURLÂO PRÁTICO: Matei-te porque foi preciso.

 

Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:47
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quarta-feira, 9 de Julho de 2008

Why Worry? - Parte 2

As mulheres prezam a contradicçao. Negarem e negarem-se é o seu modo singular de se fazerem felizes. Publicitam que sonham com quem as ame, mas amam o desprezo e desprezam o amor. Amares uma mulher nao é recitares Brian Adams. É pores Brian Adams no radio (10 pontos pelo sacrifício) e amares a paisagem e o sol lá fora enquanto ela se despe a teu lado. Responderes com um "Ah sim?" casual ao "Quero-te" teatral e meloso. Saboreares o acre da indiferença onde ela talvez esperasse ter toda a tua atençao. Tudo é psicológico. Ela nao suporta nao ser o centro do teu mundo. Nao descansa enquanto nao o ocupa. Quando o consegue, repousa e manda-te a ti viajar. Nunca estejas atento a uma mulher. Presta atençao à vida e, da mulher que tens ou nao tens, distrai-te. Está atento a ti. Nada mais vale o que vale esse valor.

Sinto-me, Sento-me, Ressinto-me...: Quero lá saber!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 22:04
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Dos Sìmbolos

Os símbolos sao a síntese de uma grande verdade. Se o teu dogma é extenso, simboliza-o.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 17:43
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Lição

- Mestre, ensina-me a calma!

E o mestre deu-lhe um espelho...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:43
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

Relembremos... Pitagoras

"Eduquem as crianças e não será preciso castigar os Homens".


(Caricatura de PItágoras por Toni d'Agostino, artista brasileiro).
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 13:36
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 5 de Abril de 2008

(N)A Cabana do Pai Tomás...

Tens de limpar só esta parte da casa. E é a tua vez. Podia ser pior. É só uma casa de banho. E um corredor. Não te vão morder, em princípio não te pegam doenças, não transmitem lepra, não arranham, não dão má fama a ninguém... É certo que as tuas costas sensíveis se vão ressentir imenso, que a tua preguiça vai ficar deprimida, que o teu ego se vai perguntar o que fez para merecer tal castigo. E todos eles têm razão em protestar. Mas tu tens esses anos todos que sabes já que tens e que mais ninguém além de ti precisa de saber, e isso dá-te o tamanho e o juízo de aceitares esses trabalhos de escravo e de os levares a cabo com intrepidez incomparável... É que está quase, é só mais um passo, força, és quase um homem... Isso, medita mais um pouco, estás mesmo quase, pega no pano, pega no detergente, abre a torneira, abre a janela, abre a coragem,...
... chama uma mulher a dias...
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 16:48
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Ffffffffffffffffffffffffffff... PUUUMM!

ELA: ...E foi então que ela me disse que o melhor era eu ter mais calma, senão... Não soube bem que dizer...
EU: Ah, não, eu é diferente, comigo já não fazem farinha, que eu cheguei-me logo assim um pouco à frente e disse: «Ò minha amiga!,...» e a ele disse: «Ò cavalheiro!,...» e o caso morreu logo ali... Não, não, comigo não...

(...)

Então Miguel, maior o sapo que o boi, até estoirares o sapo... Quando dominas esse ego???
Inspira, expira, inspira, expira... balde de água, silêncio, yoga, respiração profunda, meditação, reiki, terapia em grupo:
- Olá, eu sou o Miguel, tenho 29 anos, sou egodependente...
Qualquer desespero! Tudo! Tudo! Tudo!
Tudo, chiça!, menos tanta asneira!
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 01:59
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 21 de Março de 2008

Aprenda Com...

... Sir Tom Stoppard...´

A Arte de Não Estar Interessado:

«What people tend to underestimate is my capacity for not bothering, not caring, not minding, not being that interested.» (Tom Stoppard)
(Roubado ao Estado Civil [Mexia])
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 20:56
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Terça-feira, 11 de Março de 2008

Eu é Que Sou Parvo!

Nunca tomar qualquer decisão de cabeça quente, nem falar, escrever ou agir quando irritado. As consequências dessa imprudência pueril dão mais dores de cabeça e aos sentidos do que a irritação anterior. Se alguma vez a irritação anteceder uma decisão importante, ou uma mensagem, ou uma frase dita, arranjar um balde de água com gelo. Mergulhar dentro a cabeça. Esperar vinte minutos. Medir a temperatura com termómetro. Repetir a operação tantas vezes quantas necessárias até verificar, com o auxílio do termómetro, que a temperatura da raiva desceu abaixo de zero. Procurar uma parede e bater cem vezes com a cabeça. Abrir as janelas de casa e gritar para a rua, balouçando muito no parapeito exterior: «EU SOU UM PARVO». Descer da janela, fechá-la e correr as cortinas. Tomar um banho frio, beber um chá (gelado) e marinar em conveniente letargia durante 60m. Ir ao espelho, observar o ridículo. Vestir-se convenientemente. Voltar ao espelho. Reconhecer a pequenez de tudo. Depois sim, agir, escrever, falar. Já o mundo não será tão indiferente, pois não, Miguel? Onde está um balde quando se precisa dele?

Memorandum: Trabalhar esta cura em versão condensada.
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 08:05
Hipertensões | Estocadas | Abrir As Feridas (2) | Os Golpes Que Eu Amo
Domingo, 8 de Julho de 2007

Sonata Contra a Tristeza

 
Sim, bem sei que tudo é triste; esta é daquelas noites em que o manto azul do firmamento perde as suas estrelas; ouvi dizer até que um vento se aproxima, capaz de arrancar as raízes das árvores e o telhado das casas, e o coração dos homens mais sensíveis; ouvi dizer que o Hades subiu à superfície e vem julgar os mortais e arrancar-lhes a pele, e exigir-lhes a expiação das faltas; ouvi dizer que a Solidão, essa Raínha gélida e cruel, fez estalar os chicotes sobre os seus corcéis congelados e rodou sobre os astros, desde os pólos, até ao teu peito cansado onde agora repousa; ouvi dizer que um monstro do Sem-Fim subiu à tua cama, se encostou a ti, e te soprou ao ouvido as maldições dos mortos e as rezas negras das Trevas, condenando-te ao Eterno Desespero; ouvi dizer que o Tirano do Destino te apontou um ceptro de mármore comprido e te fez ameaças:Nada receies. Estarei sempre por perto quando precisares, quando a Sombra vier importunar-te.
Anda, não cismes! Sai da beira do abismo! De que te serve olhá-lo como quem olha um poço, cravando os olhos no fundo para ver quando acaba? Há um céu lá em cima! Que fazes tu, então, nesse inclinar para baixo?
O fundo só podes vê-lo se lá levares todo o corpo. Julgas tu que é a hora de visitar as ruínas de um Palácio sem fundo, se até o seu Rei o abandonou?! Então? O que é isso que choras? Um fumo que passou. Un détail. Un fait-divers…
Tudo evolui. Guarda do antes a memória que restar e arrepia caminho.
O amor é uma fatia da vida, um jogo de crianças em que entras, brincas e descansas para todo o sempre. Diverte-te enquanto jogas e ele passa depressa. Vais ver que, quando os dados deixarem de rodar, e as cartas já não baterem sobre o lenho antigo dessa mesa de pinho, e os tabuleiros de damas e xadrez se virarem para baixo e se arrumem as peças, vais pedir (como um menino que peça um caramelo) para jogar outra vez…
São assim as coisas… No fundo, penso eu às vezes, é como ouvires ou compores uma canção cujas notas, a princípio, andem fora de tom; e cabe-te a ti afina-las e ser o mestre de orquestra. De que te serve queixares-te de que não percebes de música?
É tão difícil, no fundo, quanto apertar os sapatos! No início não sabes como aquilo se faz, é um movimento difícil, é preciso tomar-lhe o jeito, treinar o laço, compreender a elegante ciência de prender aos pés os confortáveis devoradores de caminhos…
Depois aprendes a fazê-lo sozinha e, um dia, dás por ti, e atares os sapatos com um gesto elegante de bailarina russa é uma coisa natural do teu corpo, que fazes sem custo enquanto vês televisão, entras numas conversa, cantas uma música…
Já nem precisas de te concentrar, fá-lo de olhos fechados… E então, que ideia poética! Nenhum ente superior ou inferior a ti, nenhum misticismo sobrenatural, nenhuma metafísica, nem uma nesga de deus, pode ensombrar os teus passos, e apenas tu te apresentas ao mundo sensível, maestrina das sensações de ti mesma e do mundo imenso em redor, agitando a tua batuta omnipotente, dirigindo cada acontecimento isolado do teu próprio universo… Não é sublime este pensamento?
«Ah, é impossível!», deves estar a queixar-te; mas o que é impossível? Apenas o que a tua vontade não consente. E quem manda na tua vontade? É, pois, este o meu lema para a vida: Quer, e sê feliz…

(Lisboa, 20/12/99)
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 15:51
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sábado, 7 de Julho de 2007

«De Pé, Como as Árvores!»

Um dia hei-de morrer, tombar, cair… Então, se hei-de morrer, que seja a rir!
 


 

(Lisboa, 15/12/99)
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 05:53
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

Besame Mucho...

a) A vida é um tango em que procuramos seduzir as coisas que inventámos para continuarmos a amar os nossos passos, as nossas invenções fastidiosas; e nós somos o instrumento por meio do qual ela adquire essa música…
 


(Lisboa, 06/12/99)


 

b) A vida é um tango; dancêmo-lo.

(Henrique Esteves, um amigo, dos melhores; Campolide, 07/05/06)
Que Farei Com Estes Gumes?:
Golpe por Miguel João Ferreira às 04:30
Hipertensões | Estocadas | Os Golpes Que Eu Amo

O Leão Sem Juba

Sopa de Facas, Chafurdar na Lama

 

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

Gumoctopus

Últimos Golpes

Sonha E Serás Mestre!

Infundamentalíssima Noção...

Não Te Ofusques, Se Há So...

Transpira e Então Respira...

HOW TO: Homo Sapiens Sapi...

O Segredo da Antecipação ...

Dos Sociodemoníacos...

Amigos (Que Jamais O Serã...

Perde E Serás Mestre!

Um Post Para as Vitórias....

Aos Que Nao Sabem Se as S...

Pri Carbone Pensa em Suic...

Wulffmorgenthaler e Outra...

No Mundo (do Mundo)...

Do Acto de Confessar

Yes, Mr. Miyagi - Parte 2

Yes, Mr. Miyagi - Parte 1

Tome A Palavra...

O Anti-Mafalda (Desculpa ...

Superficialidades, Profun...

Make Yourself - Parte 2 -...

Luck? Make (it) Yourself

(Um Post Por Encomenda......

Calmante Para O Homem Com...

Filosofia Francesa, D'Apr...

Dissecar um Problema

Ensaio Sobre A Surdez

"Todo Depende" - Breve Ho...

Não À Depressão - Mate o ...

High-Wired - Ganha Um Pon...

"Positivismo", "Efectivis...

Ho Parlato con il Buda......

Um Sapientíssimo Cliché -...

Cientificamente Provado -...

Lend an Ear...

Do Faz-de-Conta ao Futuro

Stop!

Da Riqueza (Máxima Mínima...

Outras Notas Da Natureza ...

Forever Young

No Tomate É Que Está o Ga...

2 Hinos ao Burlão Prático...

Why Worry? - Parte 2

Dos Sìmbolos

Lição

Relembremos... Pitagoras

(N)A Cabana do Pai Tomás....

Fffffffffffffffffffffffff...

Aprenda Com...

Eu é Que Sou Parvo!

O Gume E O Tempo

Agosto 2012

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Que Farei Com Estes Gumes?

todas as tags

blogs SAPO

Roubar as Facas